OceanoAzul.Sonhos

OceanoAzul.Sonhos
O MEU BLOG

sábado, 23 de julho de 2011






Obrigada Marciano Vasques, Rospo e Sapabela.
Agora estão comigo, neste oceano :-)






BELEZA QUE CHAMA



Passeando num sábado de calçadas, sorvetes e palavras, lá iam os dois amigos, como se estivessem num oceano azul.sonhos. Então Sapela dá a partida no verbo:
—Rospo, você sabe que eu sou bela.
—Centenas de leitores já sabem, minha querida amiga. Mas, está querendo dizer algo, não é?
—A maioria dos sapos e das sapas só gostam do que chama aos olhos.
—Do que chama os olhos? Do que instala a chama inicial?
—Estou falando de chamamento, Rospo. Estou flertando com essas palavras faz tempo...
—Sim, Sapabela, a maioria gosta mesmo muito mais do que chama aos olhos. Porém tem os que gostam do que chama à alma, ao coração.
—São os que têm os olhos mergulhadores, não é?
—Olhos mergulhadores?
—Sim, o olhar que mergulha além da aparência, além da superfície. Claro que apreciamos a beleza, a beleza exterior. Mas, o que precisamos colher com nossos olhos é a beleza interior.
—Precisamos com urgência desse olhar...
—Concordo, Rospo. Mas se quiser ver essa beleza em mim, essa beleza interior...é só prestar atenção no que eu penso...
—Sapabela, você eu viro pelo avesso...
Como é?
—Calma! Você nem me deixa terminar! Eu ia dizendo que você eu vejo por fora e por dentro, ou seja, a sua beleza exterior, de sapa bonita...
—Bela, por favor.
—Sim, bela no exterior, e bela no interior... O seu coração é lindo, Sapabela.

—Rospo, que sorvete gostoso!
— Tem sabor de sábado, não é?
—Sábado de mergulhos.

HISTÓRIAS DO ROSPO — 2011
HISTÓRIA Nº 644
Marciano Vasques

http://casaazuldaliteratura.blogspot.com/

Obrigada Patricia, é sempre bom lembrar pequenos gestos que enchem o nosso coração de alegria.

Relembro o dia em que colocaste um poema meu no teu espaço acolhedor, fiquei muito lisonjeada...







Luz
 
Mar, tua voz rouca e penetrante, vive em mim.
Projecto nas tuas ondas, o desejo veemente de estar só.
O rebentamento traz de volta, respostas por decifrar.
Misterioso e inexplicável, o teu poder.
Sinto, quero, preciso dessa força.
Envolto em poesia, numa dança extenuante, olhas-me.
A bruma branca, cobre o horizonte num ambiente místico e absorvente.
Aqui, tudo se dilui. É imensa a tua beleza.
Perante ti, sou ínfima, sou silêncio, sou fragilidade.
Diz-me da vida, conta-me os segredos, mostra-me a luz.

OA.S
 


Obrigada Amiga Deise, tenho um carinho muito especial por si.

Fiquei maravilhada com a sua atenção ao meu poema.
São pequenos gestos que não esqueço.




SEGREDO
Gotas prateadas de chuva no meu rosto,
cobrem de água as minhas lembranças mais distantes.
O céu cinza, parece dizer-me em sussurro
o que a vida me ocultou.
Tento desvendar memórias que teimam em permanecer
dissimuladas no revolto mistério da vida.
Recordo ou apenas quero esquecer.
Insisto na presença das marcas, agora
quase sumidas, no livro impresso dos sentimentos vividos.
A água gélida cai sobre mim.
A minha alma enaltece quando o segredo se revela.
OA.S


Obrigada Norma por esta linda Margarida.

É sempre muito simpática e gentil, muito bom ter a sua amizade.










Helena, querida Amiga, muito obrigada pelo seu carinho para comigo.

Fiquei muito feliz por encontrar um poema meu no seu recatado espaço.

 




DECADÊNCIA...
No céu a preto e branco, asas voam ao longe
Pintando na tela traços incolores duma vida anérgica
banhada por ondas gélidas que arrebatam sonhos
deixando-os vogar sobre o insopitável oceano cinza.

Propagam-se no vento sons quase inaudíveis
que se materializam no sentir mais profundo
dos brancos imaculados pincelados a breu
revelando cenários místicos do viver.

Traços a carvão sombreiam horizontes
desfocando a pouca luz de olhares amorfos
que se perdem no tempo já passado
perecendo, lentamente, sem retorno.

OA.S


 
Maria, obrigada pelo selinho de comemoração dos 500 seguidores.
Fico muito feliz por estar entre eles.







sexta-feira, 22 de julho de 2011




Obrigada Gisa, pelo teu carinho diario.
As palavras têm um eco infindável.







quinta-feira, 21 de julho de 2011



Obrigada minha Amiga Fênix27, os pequenos gestos vêm de almas grandes.











Muito obrigada Monica, por todo carinho demonstrado.



 
Muito obrigada Evanir pela sua amizade e carinho constante demonstado a todos nós.









Muito obrigada Gabriela pela tua amizade :-)








quarta-feira, 20 de julho de 2011




Obrigada querida Rosa por este carinho aos Amigos.

Feliz dia!





Muito obrigada Diana, pelo carinho dedicado.

A tua pintura é lindíssima.


Obra: "HOY" - Pintura - Acrílico sobre lienzo
Todos los derechos reservados



http://diana-profilio.blogspot.com/2011/07/cuando-la-pluma-se-confabula-con-el_12.html

http://diana-profilio.blogspot.com/

segunda-feira, 18 de julho de 2011

sábado, 16 de julho de 2011



Muito obrigada Amiga Fênix27, que bom fazer parte dos seus seguidores!!




quarta-feira, 6 de julho de 2011




Muito obrigada Evanir, sinto um grande prazer em fazer parte dos seus seguidores.

Sensibilidade e carinho, é o que encontra em sua casa.







terça-feira, 5 de julho de 2011



Muito obrigada Quino, por este presente, cheio de verde esperança.

 
O espirito alimenta-se de pequenas gotas de grandeza,
de pequeno gestos...











Obrigada Marinha pelo convite para o seu 3º aniversário
neste mundo onde as palavras escrevem sentimentos.

Parabéns!!










Muito obrigada Cynthia!!

Que bom fazer parte do seu jardim :)







Selo oficial do blog






segunda-feira, 4 de julho de 2011




Obrigada Ma, pelo carinhoso selo que preparou para os seus seguidores.

Arte em cerâmica, nas magnificas mãos de Ma Ferreira.
visite!!









Muito obrigada Marilene pelo seu carinho,
fico sempre muito feliz com estas pequenas-grandes acções.

Um grande abraço!










Muito obrigada Irmã Cecília...

que Deus proteja os corações repletos de Amor, Paz e Cândura.







domingo, 3 de julho de 2011





Obrigada querida Sil, voei nas asas das tuas letras.

Muito obrigada pelo carinho!!